Resumão: Mixpanel

Atualmente existem várias ferramentas para colher dados estatísticos de uso da aplicação: Google Analytics, Flurry, Kissmetrics, … e o Mixpanel. Cada ferramenta tem seu foco de atuação e neste mundo, o Mixpanel foca no registro de eventos.

O Mixpanel nasceu como uma startup em meados de 2010 e se consolidou como uma forte empresa nos anos seguintes. O último aporte financeiro recebido gira em torno de $ 65.000.000,00, o que a põe em um novo patamar para o desenvolvimento de algoritmos de predição de séries.

O Mixpanel vende planos de dados. Quanto mais dados você submeter para os servidores registrarem os eventos, mais você vai pagar. Com o plano free você tem direito a 25.000 registros de eventos por mês. O que é bem pouco, por sinal, mas, para a validação de um protótipo, é suficiente.

Mas o que são esses eventos?

Existe duas entidades mínimas no Mixpanel, people e event. O primeiro contém informações básicas que identifiquem um usuário, mas pode ser até uma entidade anônima, bastando identificá-la com um uuid. Já o segundo, representa o evento que se deseja registrar.

Um evento pode ser descrito através de um nome e alguns metadados que você bem entender. Por exemplo:

 1 [“Login”, “$username”, “$email”]
 2 [“Comment”, “$username”, “$email”, comment_id]

Dessa maneira os eventos vão sendo empilhados conforme vão sendo enviados para o servidor do Mixpanel e assim a distribuição dos dados segue a linha de tempo.

É possível filtrar seus eventos pelos atributos que você envia, como a seguir, em que é disparado um evento Login-Error quando por algum motivo o usuário não consegue se logar.

Login-Error sem conexão com a internet

Login-Error sem conexão com a internet

Assim é possível deduzir que houve ocorrências em que não foi possível se logar por falta de conectividade.

Observação: enquanto offline, o Mixpanel registra o evento em uma área de armazenamento privada para posterior envio.

E ‘people’? O que seria isso?

Através das informações cedidas em people, o Mixpanel agrupa todos os eventos executados por aquele usuário. Assim, você consegue ver a timeline de cada usuário individualmente.

People

A ferramenta não se limita a apenas isso (registrar eventos), com ela você pode criar queries complexas para analisar os seus dados e comprovar suas hipóteses.

Uma outra ferramenta interessante é o Funnel. Criando um funil você consegue encadear eventos e ver se os usuários executam todas as etapas ou não.

Funil para o evento A -> B

Funil para o evento A -> B

Com o seguinte gráfico conclui-se que somente 5 dos 7 usuários que executaram o evento A, realizaram o evento B.

O Mixpanel é uma ferramenta bem interessante para guiar decisões de negócio, fácil implementação e bem intuitiva. Com poucos passos você consegue dominar sua dashboard. Maiores detalhes das funcionalidades veja em: Mixpanel University.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s